Home Comunicação & Marketing Marketing Dicas para melhorar sua loja – parte I
Marketing - 10/07/2018

Dicas para melhorar sua loja – parte I

Depois de provar que a modernidade está nos sistemas de autosserviço de atendimento, vamos passar algumas dicas para você, lojista, para você adequar a sua loja sem surpresas desagradáveis. São dicas simples, que podemos resumir em apenas cinco, com um pequeno comentário adicional.

Dica 1. PROCURE SEMPRE UM TÉCNICO OU ESPECIALISTA PARA FAZER UM PROJETO DE AUTOSSERVICO.

Em artigos anteriores alertamos que a tarefa mais árdua quando iniciamos a transformação de um estabelecimento comercial e tentar descobrir o que o proprietário tem em mente, qual expectativa ele nutre em relação à reforma ou adaptação da sua loja. A vantagem que temos quando contratamos um profissional da área, um arquiteto ou designer de interiores, é que ele, escuta nossos anseios, antes de passar as ideias para o papel. Outra vantagem, quando, claro, se trata de um profissional de vivência e visão na área, reside no fato de que serão abordadas diversas questões em relação à transformação do ponto comercial, tais como informática, treinamento e marketing. De qualquer modo, contando com um suporte profissional ou não, ordene as suas ideias num papel, discuta com os seus funcionários ou familiares envolvidos e procure saber mais detalhes sobre esse assunto em revistas especializadas e livros. E se você talvez for partir para a transformação da sua loja por si mesmo, vãi aí mais algumas dicas práticas. No seu layout caseiro da sua loja:

Dica 2. ADEQUAR A MAIORIA DOS SEUS PRODUTOS DE ALTO GIRO NO FUNDO DA SUA LOJA.

Para poder criar ´´ tráfego´´ ou circulação de clientes na sua loja, ordene os produtos que mais vende, ou acredita que mais vá vender, no fundo do seu estabelecimento. Os clientes passam primeiro pelos produtos menos procurados, mais caros ou mais sofisticados. Assim sendo, tentamos despertar a venda por impulso do consumidor. Já reparou que em supermercados o pãozinho, a carne, o queijo e o peixe, produtos de que necessitamos diariamente, sempre são acomodados no fundo da loja? As televisões, celulares e eletrodomésticos logo na entrada, para ´´pegar´´ o cliente, atiçando-o com ofertas e produtos tentadores. Já vi consumidores entrando para comprar pão e na saída carregar uma televisão. Em nosso caso. Vem para comprar cloro e leve uma obrelone, por exemplo. Com relação à segurança, temos a dizer que hoje em dia existe uma parafernália de equipamentos. Desde câmeras de TV, sensores e detectores de presença, na maioria das vezes tão sofisticados, que não cabem em nosso orçamento. Ficamos com um equipamento básico. Porém, existem alguns truques que dificultam certamente a ação das pessoas mal intencionadas.

Dica 3. PRODUTOS DE MAIOR VALOR PROCURAREMOS COLOCAR EM LUGARES MAIS PROTEGIDOS.

Tais como vitrines ou balcões fechados. Localizados não muito longe da entrada da loja, mas ao alcance da vista de algum funcionário fixo. Embalagens especiais ou blisters (aquelas embalagens injetadas de plástico transparente) dificultam a vida dos mal intencionados.
Para chamar a atenção dos clientes que passam na frente da sua loja, procure:

Dica 4. ADEQUAR PRODUTOS BRILHANTES OU COLORIDOS E COM MANUSEIO DIFÍCIL, NA ENTRADA OU NA VITRINE DA LOJA.

Uma pilha de baldes de cloro colorida faz um efeito visual agradável e atraente. Fora isso, dificilmente alguém carrega algo de 18 quilos fora da sua loja sem ser percebido. Temos assim, milhares de exemplos de produtos. Deixe a sua imaginação funcionar e aceite ideias dos seus funcionários e colaboradores.
Por último, uma dica que raras vezes é implantada mas que torna a sua loja bem mais agradável.

Dica 5. PROCURE UM LAYOUT NA SUA LOJA PELO QUAL SE POSSA ENXERGAR O FUNDO DA LOJA.

SUCESSO.

Segue na próxima
edição
P&A

One Reply to “Dicas para melhorar sua loja – parte I”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Check Also

5 produtos de tecnologia para sua loja no século XXI

1 Cartões e Plataformas online inteligentes. Em todo comércio, a forma de pagamento mais c…