Home Construção, Aquecimento, Tratamento & Manutenção Tratamento & Manutenção Metais – Água colorida, manchas e seu tratamento – PARTE II

Metais – Água colorida, manchas e seu tratamento – PARTE II

As atitudes para evitar ou pelo menos atenuar os problemas causados por metais e cálcio são:

Assim como sempre, em todas as atividades, primeiramente deve-se evitar a entrada de metais na piscina.

Sempre que possível deve ser testada a água a ser usada na piscina, mesmo se a procedência for de concessionária.

Atualmente, os provedores de água de poço artesiano, sabedores de água para uso em piscinas, já fornecem a água isenta de ferro. No caso de uso de poço artesiano próprio com alto teor de ferro, esta água pode ser usada desde que a concentração de ferro seja reduzida através de filtros apropriados ou por outros métodos.

Uma maneira de tratar metais como ferro, manganês e cobre e sais de cálcio é pelo uso de produtos denominados sequestrantes ou quelantes. São sequestrantes HEDP (ácido difosfônico hidroxí-etileno), PBTC (ácido fosfonicobutano tricarboxílico), ácido oxálico e menos frequente EDTA (etile-nodiaminaácido teraacético). Alguns especialistas não gostam de produtos sequestrantes que contenham fósforo, pois afirmam que este elemento químico é um produto essencial para o desenvolvimento de algas.

Esses produtos sequestrantes são denominados comercialmente, de eliminadores de metais, controladores de metais, reguladores de metal, etc.

Eles agem primeiramente reagindo com os metais e formando um novo produto incolor e depois, vagarosamente, vão aumentando de tamanho e, então, serão retidos nos filtros ou depositando-se no piso da piscina, onde, posteriormente, serão aspirados.

Evitar a corrosão de equipamentos mantendo um pH não inferior a 7,2, não colocar produtos químicos nas coadeiras, como forma de introduzi-los na piscina, sendo os mais nefastos o tricloro e produtos ácidos.

Quando do uso de algicidas a base de cobre e ionizadores manter uma concentração de cobre inferior a 0,5 PPM, no interior da piscina.

No caso de dureza cálcica superior a 800 PPM, pode-se compensar esta alta concentração com baixo pH e baixa alcalinidade porém essas características sempre dentro dos intervalos permitidos. O uso de hipoclorito de cálcio deve ser trocado por outro tipo de cloro.

Ferro

Dois estados de oxidação:

Fe2 ferroso é solúvel na água até 50ppm e é encontrado na água de poço; Fe3 férrico é insolúvel e não é encontrado na água do poço; Todas as águas contêm ferro porém inferior a 0,1ppm acima de 0,1ppm não é tolerado; Concentrações de 1 a 5 PPM são comuns e, ocasionalmente, 40 PPM são encontradas e níveis acima de 10 PPM é raro; Água com ferro de inicio é verde claro que confunde com alga; Piscina grande massa; Inicialmente, oxigênio que oxida e depois supercloração; Cor de ferrugem.

Manganês

Mn2 em contato com ar mn4 preto na forma de MnO2 que precipita; Supercloração pode conduzir a Mn7 permanganato com cor púrpura; É raro em aquíferos.

Sequestrante

Sequestra íons solúveis prevenindo de precipitar e mudar de cor; Quelantes com formulas estequiométricas; Inibidores treshoders não é estequiométrico ate 10.000x e um produto pode ser quelante para um metal e treshold para outro; Polifosfatos e, recentemente, fosfonatos; Fosfonatos melhor para ferro e manganês e tem ácido fosfônico; Mecanismo; Primeiro em solução e depois gradativo; Ferro e manganês com fosfonatos são quelantes e, portanto, estequeométrico e muito forte permitindo supercloração; Depois ultravioleta e cloro gradativo; Cuidado com overdose com formação de leite; Adição periódica.

Sulfidrico

Cheiro de ovo podre e é acido apesar de ser ácido fraco; Decomposição de materiais com sulfato, minerais contendo sulfetos e bactérias que reduzem sulfatos; 0,5ppm o odor é notado e 1ppm é ofensivo; A maioria não tem acima de 5ppm; Ph alto é menos notado; É altamente tóxico, tanto como o gás cianídico e 4x mais que o monóxido de carbono

As pessoa acostumam-se o que pode levar à morte ventilação; Piscinas abertas são menos perigosa que internas; Correção H2S + HOCl —-.> H2SO4 + HCl; Concentrações devem ser de 8,5X a do gás; Em baixas concentrações de cloro e elevados pH podem produzir enxofre, que são partículas pequenas.

Nílson Maierá

One Reply to “Metais – Água colorida, manchas e seu tratamento – PARTE II”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Check Also

Parâmetros Monitorados, Segurança na Piscina – por Edilene Cotrim

Terapias envolvendo a água são amplamente recomendadas por profissionais da saúde para o c…