Home Construção, Aquecimento, Tratamento & Manutenção Construção Patologia em Piscinas – parte III – por Bete Anan (fundação e fatores importantes)
Construção - 15/04/2017

Patologia em Piscinas – parte III – por Bete Anan (fundação e fatores importantes)

Transcrito da palestra Patologia em Piscinas da engenheira Bete Anan.

 

Com o método de marcação da piscina definida, o que foi detalhadamente explicado na edição da revista anterior ( edição 11 ) deve-se a seguir analisar o local da instalação da piscina, principalmente o terreno. Observe o tipo de solo. Se estiver muito encharcado ou bastante úmido procure um engenheiro calculista.
Outro erro comum é começar a cavar perto do muro, podendo abalar a sua fundação, consequentemente a estrutura. Neste caso, NUNCA se deve amarrar a estrutura da piscina ao muro, fazer uma construção integrada. (ver fotos)

bete 1 bete 2 bete 3 bete 5

Observe também cuidadosamente o caminho das águas pluviais. As chuvas percorrem o caminho de menos resistência e de mais fácil evasão. Chuvas sempre deixam rastros. Procure estes sinais e observe se a instalação da piscina não se encontra neste caminho, para poder tomar as precauções necessárias
( ver foto ) NUNCA despreze a água­ dos telhados das construções ao redor da piscina, pois esses também podem ocasionar bastante estragos se não é observado o volume desta agua. E se por fim todos estes pontos são analisados e não representam riscos para a nossa obra, vai aí uma última dica.

bete 4 bete 6 bete 7 bete 8

Chamar uma máquina escavadeira para cavar o buraco requer uma recomendação importante. Orienta-se para que se escave com a máquina o buraco sempre menor do que o real tamanho da piscina. Cava-se o restante manualmente, ao menos os últimos 20 cm. Um solo firme, assentado ao longo de muitos e muitos anos é uma perfeita fundação para uma piscina. Caso, por engano, cavou-se o buraco maior que a piscina faz-se o enchimento somente com rachão, pedra ou areia. NUNCA com terra, para evitar futuras acomodações ou afundamentos do solo, que podem trazer sérias consequências para a piscina e a sua área de lazer. E se o solo não oferecer condições mesmo para uma boa sustentação da piscina e não há outro lugar para a construção da piscina, a única alternativa será construir uma laje / fundação. Agora, sim, podemos começar a construção da piscina.

bete 9 bete 10 bete 11

Dicas para iniciar a construção da piscina:

1 – Analisar o solo cuidadosamente ;
2 – Planejar a estrutura da piscina sempre independente de qualquer outra construção;
3 – Procurar atentamente o caminho das águas pluviais;
4 – Cavar o buraco da piscina de preferencia a mão ( ao menos as últimas 20 cm para completar o buraco da piscina ).

 
Enga. Elizabete Inagaki Anan
www.vidaesol.com.br

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Check Also

ABNT – Principais pontos da nova norma NBR 10339/2018

Veja abaixo os slides explicativos …