Home Construção, Aquecimento, Tratamento & Manutenção Construção Patologia em Piscinas – parte II – por Bete Anan (o inicio da obra)
Construção - 15/04/2017

Patologia em Piscinas – parte II – por Bete Anan (o inicio da obra)

Transcrito da palestra Patologia em Piscinas da engenheira Bete Anan.

Na revista anterior, edição 10, falamos do PORQUÊ as pessoas desejam uma piscina em casa. Chegamos à conclusão que se trata de um sonho de uma absoluta maioria das pessoas, intimamente ligado a uma ascenção social. Para que este sonho venha a se concretizar, mencionamos onze itens que devemos tratar com bastante cuidado na construção deste sonho, para que não vire pesadelo. Hoje, vamos falar do primeiro: a marcação da obra. Com dicas para o construtor de piscina onde ele precisa ter muito cuidado. Às vezes, em vez de grandes textos, fotos ou ilustrações objetivas falam por si.

1 A MARCAÇÃO DA OBRA

Assinado o contrato, com todos os detalhes sobre a construção da piscina e sua área de lazer, inicia-se a tarefa da construção da piscina com marcação da obra. Aparentemente uma tarefa fácil.

O erro mais comum cometido nesta fase é a falta do esquadro. Um erro que normalmente se percebe somente na fase de final da obra. No acabamento, na aplicação de cerâmica, colocação das bordas da piscina ou até mesmo através do próprio nível da água da piscina.

e

desnível acentuado

 

Para saber se você é um construtor
de piscinas com experiência, tente
responder estas questões.

TESTE DA BETE
Qual o formato da piscina mais
fácil para marcar?

Piscina Redonda

adf

Piscina Oval

dfd

Piscina Irregular

piscina irregular

Piscina retangular

d

respostas

1- A piscina redonda é relativamente fácil de marcar. Só acertar o raio.

aaaa dd

 

primeira foto: DICA: no acabamento em pastilhas vai haver muito recorte. Para não acentuar, procura usar rejunte na cor da pastilha.

foto ao lado: Mas se erra o raio, fica assim

2- A piscina retangular é perigosamente fácil para marcar. Marca o X no projeto para realmente ficar no esquadro.

piscina torta 2 copy piscina torta pitagoras

3- A piscina irregular é fácil de marcar pela ausência de refe-rências, mesmo assim seria bom se usar da técnica ilustrada ao lado.

aa

4- A piscina oval não é difícil de marcar, desde que se aplique a mesma técnica de marcação da ilustração ao lado.

aaa
Enga. Elizabete Inagaki Anan
www.vidaesol.com.br

 

 

 

One Reply to “Patologia em Piscinas – parte II – por Bete Anan (o inicio da obra)”

  1. Caso a piscina seja marcada fora de esquadro, a culpa é do pedreiro que foi tercerizado pela empresa de piscina (e consequentemente culpa da empresa) ou a culpa é dos clientes que não conferiram as medidas em relação a casa? Obrigada

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Check Also

ABNT – Principais pontos da nova norma NBR 10339/2018

Veja abaixo os slides explicativos …