A Importância do cloro – Fabio Forlenza

O Cloro faz parte do universo desde sua criação há quase 15 bilhões de anos. A natureza produz cloro por meio da ação da radiação solar sobre o gás argônio, nas camadas superiores da atmosfera. Essa reação química é uma das formas de proteção dos seres vivos contra os efeitos nocivos da radiação. O Cloro também é produzido por reações químicas que envolvem o cloreto de sódio presente nos mares e nos oceanos.

A geração da vida animal e vegetal no planeta também contou com a participação do Cloro. Segundo cientistas, os primeiros seres vivos originaram-se das águas salgadas, que continham Cloro em sua composição. Abaixo estão alguns exemplos importantes de sua presença na natureza:

– O Cloro é o 11º elemento químico mais abundante no meio ambiente;
– Cerca de dois mil compostos organoclorados (combinados de Cloro com elementos como Carbono, Hidrogênio, entre outros) são produzidos por processos vitais de plantas e animais, terrestres e marinhos.

O Cloro é o principal agente de saúde pública, utilizado atualmente devido às suas características desinfetantes. É a forma mais eficaz e barata de tratamento da água, o que evita uma série de doenças como a cólera e a febre tifoide, entre outras. Por isso, o consumo de Cloro é considerado um forte indicador do nível de desenvolvimento de um país, segundo várias insti-
tuições internacionais renomadas das áreas de saúde e social.

O uso do produto em larga escala, com o objetivo de tratamento da água, começou em 1908, na cidade de Jersey City, nos Estados Unidos. Com a medida, o número de casos de febre tifoide, contraída pela água contaminada, que vitimava cerca de 25.000 pessoas em 1900, caiu para 20 casos em 1960. Depois de Jersey City, as metrópoles de diversos países começaram a utilizar o cloro.

No Brasil, esse procedimento foi adotado em 1925, quando o professor Geraldo de Paula Souza, um expoente do saneamento básico e saúde pública, responsável, anos depois, pela proposta de criação da Organização Mundial de Saúde (OMS), conseguiu fazer com que a obrigatoriedade do uso do cloro no abastecimento de água da cidade de São Paulo fosse aprovada.

Através dos textos acima podemos concluir que o cloro é um produto indispensável para o tratamento de água. Em se tratando de piscina, ele é tão importante que a legislação obriga o seu uso, mesmo que a piscina seja tratada com produtos ou equipamentos
alternativos. (fonte: Abiclor)
Dica:
Consulte a legislação vigente do seu Município ou Estado e mantenha sua piscina sempre dentro dos parâmetros requisitados (Cl livre e pH). Quando a piscina faz parte do seu negócio mantê-la sempre sanitizada, limpa e cristalina é certeza de bons negócios.

Fabio Forlenza
Dr. Piscina
cel – 011 – 99967-9490

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Check Also

Parâmetros Monitorados, Segurança na Piscina – por Edilene Cotrim

Terapias envolvendo a água são amplamente recomendadas por profissionais da saúde para o c…