Home e Mais ... Ações P&A DICAS IMPORTANTES – Ações para o lojista como vencer a crise atual

DICAS IMPORTANTES – Ações para o lojista como vencer a crise atual

No intuito de ajudar os lojistas de lojas de piscinas e afins, fortemente atingidas pela paralização parcial das atividades econômicas, nossa equipe de redação juntou as boas práticas para um
bom gestor mediante a crise no comércio. Através desta cartilha de 10 dicas simples, esperamos poder ajudar a amenizar a aflição de milhares de profissionais do ramo.
Na próxima edição publicaremos exemplos práticos destas ações e seus resultados pelo Brasil.

 

Dica 1 – Interaja permanentemente com os seus funcionários e colaboradores.

Coloque os seus funcionários e colaboradores claramente a par do funcionamento do seu negócio, horários e a nova estratégia de atendimento.

-Trabalhe na loja com menos colaboradores possíveis;
-Negocie eventualmente as férias;
-Não os ponha em risco;
-Forneça álcool gel e máscaras.

Caso sua loja esteja funcionando total ou parcialmente, os funcionários vão ter que se acostumar em adotar novas formas de trabalho. Mas só podem fazê-las caso tenham informações e orientações claras e consistentes de você, gestor da loja. Durante o atendimento precisam usar máscaras. Pode até ser estranho no começo, mas mostre logo que, a loja está preocupada com o bem estar dos funcionários e dos seus clientes.

Monte um comitê, um pequeno grupo de integrantes da loja, e faça reuniões e avaliações periódicas.

Dica 2 – Inicie uma aproximação com os seus clientes.

Nesse momento, um bom cadastro dos seus clientes faria uma falta enorme. Pois através dele podemos
mandar constantemente mensagens, comunicando
aos clientes, da sua nova estratégia de atuação e
funcionamento e como ir atendê-los durante esta fase passageira. Uma ótima oportunidade de reavaliar o seu modelo de serviço, agregando valores como:

– Uma entrega a domicílio de produtos;
-´´lives´´ sobre os cuidados que a sua loja está tendo com as determinações de higiene e prevenção. O uso de detergentes na limpeza, várias vezes ao dia, por exemplo;
– Funcionários atendendo de máscaras;
– A possibilidade de disponibilizar máscara para o cliente;
-Um atendimento exclusivo com hora marcado, evitando muitas pessoas no mesmo horário.

Obs. Caso já tenho o serviço de entrega a domicílio,
mostre o cuidado que a loja está tendo com as
recomendações de higiene e prevenção.
Monte uma ´´força tarefa´´ de comunicação e faça
pesquisas por telefone ou via e-mail de satisfação do seu cliente com o novo atendimento para poder avaliar os pontos fortes e fracos.

Dica 3 – Inicie o seu DELIVERY

Verifique se é possível que a sua equipe faça a entrega
do produto na casa do cliente ou contrate serviços de
entrega. Ajuste seus processos internos para isso e
mobilize a sua equipe para atender os clientes de
forma rápida e dinâmica. Ideal é montar com os seus próprios funcionários uma equipe de entrega, pois eles podem funcionar assim em diversos campos, desde
uma consultoria ´´em loco´´ na casa do cliente, até
desenvolver uma pesquisa de satisfação. Sempre
lembrando, com os devidos cuidados com a higiene e prevenção.

Dica 4 – Reforce a divulgação dos seus serviços e produtos em seus canais on-line.

É imprescindível ajustar as operações desta natureza de maneira a continuar as vendas, mesmo sem o fluxo físico na loja, parcial ou totalmente. Ir para o mundo digital também se torna quase primordial para continuar a ter acesso aos seus consumidores clientes.

– Caso nunca tenha operado através de redes sociais, pode-se valer das plataformas de vendas de produtos e serviços. Dezenas estão nascendo e oferecendo-se
neste momento.

Para aqueles que já possuem operações on-line, o momento é de cuidar no ajuste logístico, tendo em visto a demanda crescente.

Dica 5 – Inove rapidamente em torno de novas
necessidades e hábitos de consumo.
A concorrência ficou maior ainda. Todos os clientes que estão procurando pelo mesmo produto que o seu,
encontram agora a cidade toda on-line e com promoções e ofertas. Por isso fazer ações criativas para se destacar. Ofereça produtos ou serviços diferenciados. A fase atual cria oportunidades de inovação para os seus negócios.

– Negocie com seus fornecedores;
– Antecipe promoções.

Mas NUNCA faça brincadeiras, insinuações ou
trocadilhos indigestos com a epidemia.

Dica 6 – Identificar e eliminar custos
desnecessários

– Avaliar as suas despesas;
– Adiar compras ou investimentos desnecessários;
– Focar em investimentos eventuais para manter seu
negócio operando.

Dica 7 – Informe-se através de fontes confiáveis.

A avalanche de Fake News espalhadas pela internet é muito alta. Informações mentirosas podem influenciar na tomada das suas decisões, induzir normalmente a erros. Saber quem produz as informações é primordial para levá-las a sério. Veículos de comunicação estabelecidos, revistas e jornais conhecidos e com longas tradições, sites de associações, entidades e órgãos oficiais, são
fontes seguras.

Dica 8 – Planeje a sua atuação para o fim da crise.

As previsões de técnicos e grupos de estudiosos preveem que os impactos nos negócios mais contundentes não devem ultrapassar de 4 meses. Aproveite este tempo de ´´pausa´´ para rever e reavaliar o seu negócio.

Em vez de reduzir o número de funcionários,
incentivá-los a usar o tempo ocioso para se atualizar.

Informações sobre os clientes, perfis, preferências,
sistemas internos, aprimoramento das habilidades e criação de novos produtos e serviços para estarem
melhor preparados na recuperação por vir. O
planejamento de recuperação precisa começar agora, para não ser pego no contrapé outra vez. Aproveite os inúmeros cursos gratuitos que estão sendo oferecidos on-line.

Dica 9 – Pratique a solidariedade

Toda a população está vivendo essa crise. Ninguém
escapa, seja empresário, funcionário, fornecedor ou cliente. Tratar os envolvidos no seu negócio com empatia e de forma solidária é uma boa medida para não piorar a situação.

Dica 10 – Seja sempre positivo.

Como gestor de uma loja ou de uma equipe de
profissionais procure nessa época ser amável, solidário
e positivo com os demais subalternos e clientes.
E lembre-se: afinal TUDO PASSA.

P&A

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Check Also

Edição 44 – Junho/2020