Home Comunicação & Marketing Comunicação Quem não tem dinheiro não compra piscinas! – por Gerson Trindade Júnior
Comunicação - 16/12/2019

Quem não tem dinheiro não compra piscinas! – por Gerson Trindade Júnior

Se considerarmos que – tudo indica – a piscina é a
última parte de uma nova construção ou um momento de reforma da área de lazer, contaremos sempre com uma parte menor do budget (valor disponível) da construção. Será?

Vendedor, consultor em lazer, não se preocupe, apenas leia os sinais que seu cliente (o consumidor) lhe dará
durante uma negociação. Será sempre pró-compra, em busca das melhores condiçõe$.

Há uma grande maioria de consumidores que, no
momento da aquisição de um projeto arquitetônico da área de lazer da sua família, irá focar sempre no melhor custo beneficio sem jamais se distanciar dos bem estar próprio e dos seus familiares e daquilo que melhor
movimenta esse mercado, o status. Esse será seu ponto de partida e suporte de negociação

Precisamos refazer, ressuscitar, exaltar a imagem de
ESPECIALISTA EM LAZER (você) que o mercado vem
corroendo temporada pós temporada. Às vezes nos
perdemos na maior e mais desnecessária das
preocupações, o vender mais, sem focar no vender bem. E vender bem pra todos, consumidor e revenda, afinal o correto será sempre LOJA + CONSUMIDOR e nunca LOJA X CONSUMIDOR.
Vamos compartilhar?
• Dê-se e alcance metas pessoais de vendas mensais;
• Organize sua agenda e foque nas ações ATIVAS de
vendas;
• Ouça, pergunte e deixe que ele (seu cliente) responda, compreenda o que ele, busca;
• Em uma venda será sempre mais fácil tirar a incluir, ofereça sempre o melhor, seja abrangente, mostre que ele pode mais, sempre torne clara as possibilidades e
inovações que o nosso mercado movimenta;
• Crie possibilidades, especialize-se, compreenda seu portifólio, apresente projetos de fácil visualização e
“verbalize” o que ele sonha;
• Venda pelo potencial que o consumidor lhe apresentou e não por quanto ainda precisa vender;
• Faça o que melhor sabe fazer.

Comprar uma piscina é somente o primeiro passo de todo um investimento que seu consumidor terá,
portanto, não trabalhe com o preço baixo, venda pelo PREÇO CORRETO, tenha INICIATIVA e principalmente ACABATIVA, venda sem PREOCUPAÇÕES, afinal,

Quem não tem dinheiro, não compra piscina!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Check Also

Um amanhecer, um novo despertar… – por Rodrigo Sorrilha