Home Técnicas de Vendas & Pesquisa de Mercado Técnicas de Vendas Mais 5 habilidades para 2020 e além… – por Alfredo Duarte
Técnicas de Vendas - 06/10/2019

Mais 5 habilidades para 2020 e além… – por Alfredo Duarte

Na edição anterior vimos cinco das dez habilidades que
o Fórum Econômico Mundial (WEF) apontou como
necessárias para entendermos e fazermos frente aos
desafios da 4ª Revolução Industrial (ou Indústria 4.0).
Que já começou, viu?

Naquela oportunidade falamos sobre resolução de
problemas complexos, pensamento crítico, criatividade, gestão de pessoas e coordenação com os outros. A lista original agora se completa com inteligência emocional, julgamento e tomada de decisão, orientação a serviços, negociação e flexibilidade cognitiva.

Inteligência emocional.
Estávamos dando adeus ao século XX, quando Daniel
Goleman indicou os cinco pilares da IE, autoconhecimento, autocontrole, automotivação, empatia e relacionamento interpessoal positivo e a inseriu na corrida das habilidades que produzem eficácia e criam desenvolvimento humano, empresarial e social. Isso vem mudando a educação e os negócios.

Ser capaz de analisar as próprias emoções e compreender como e porque reagimos aos estímulos a que estamos expostos, é um processo onde o aprendizado ocorre
e melhora enquanto se busca esse precioso
autoconhecimento.
A tão desejada capacidade de controlar o próprio
comportamento – o autocontrole – pode ser o prêmio acumulado na loteria dos sentimentos humanos. Essa capacidade de decidir e agir com otimismo e confiança nas situações em que outros se entregam à ansiedade e pressão define quem controla e quem é controlado.
Motivação é ter motivos para entrar em ação. Às vezes precisamos que alguém nos dê motivo; às vezes, com IE, podemos subir no pé e pegar a fruta com as próprias mãos, concorda?

A Empatia é a poderosa força inter-humana que nos
permite entender e, então, interagir com propriedade e eficácia interpessoal. Onde falta empatia o conflito manda.
E o que dizer do relacionamento interpessoal? Boas
relações criam um ambiente que beneficia todo mundo
e se reflete positivamente em outros aspectos da vida pessoal e profissional.

Julgamento e tomada de decisão.
Com uma moeda lançada à sorte, se escolheu cara ou coroa, você tem 50% de chance de acertar. Está bom ou é pouco? Quanto será possível melhorar essa “taxa de
sucesso”?

A capacidade de avaliar situações, complexas ou mesmo ambíguas, assumir os riscos e tomar boas decisões
separa as pessoas das máquinas. Ser “pago” para fazer e não para pensar pode ser aplicado aos robôs, não às
pessoas. O que você pensa sobre isso?

Orientação a serviços.
Um profissional é bem sucedido quando contribui para
que as pessoas com quem interage, sejam também bem sucedidas, concorda?
Pode ser o líder com os colaboradores, vendedores em relação aos clientes ou qualquer outra situação onde quem tem o poder de decisão escolhe ajudar. Orientação a serviços adota cooperação em vez de disputa, colaboração em vez de conflito, confiança em vez de medo.

Negociação
Se precisasse definir negociação com uma única palavra, qual seria a sua síntese dessa. Desde sempre importante habilidade humana? Competição? Colaboração? Perda? Ganho? Disputa? Acordo?

Essa capacidade de unir em vez de confrontar, cocriando resultados sustentáveis, pede integridade, objetivos
claros, comunicação assertiva e estratágias baseadas em “ganhar com”, em vez de “ganhar de”.
Negociar é tanto necessidade quanto possibilidade. Precisamos negociar sempre que não temos controle total, e essa é uma condição usual, e também
podemos escolher agregar em vez de destruir valor.

Flexibilidade cognitiva.
Singularidade tem importância, mas a condição
predominante na vida é a diferença. Pessoas
diferentes têm ideias, pensamentos, valores,
interesses, objetivos, métodos e necessidades
diferentes. E isso pode ser muito bom!

É a flexibilidade cognitiva que nos habilita a lidar com a diferença, nos adaptarmos às diferentes situações transacionais e sermos capazes de criar harmonia. Concorda?

Dez importantes habilidades para um futuro que já começou. A dica é procurarmos melhorar todo dia um pouco como pessoa e como profissional.
Aproveite a jornada!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Check Also

Três letras que fazem toda diferença em VENDAS – por Alfredo Duarte

Depois do “SIM”, obtido no momento em que o vendedor ou vendedora propõem o fechamento do …