Home Técnicas de Vendas & Pesquisa de Mercado Pesquisas de Mercado Quase 6 milhões de pessoas no Estado de São Paulo podem não saber onde comprar uma piscina.
Pesquisas de Mercado - 07/10/2019

Quase 6 milhões de pessoas no Estado de São Paulo podem não saber onde comprar uma piscina.

Confesse que o título deste artigo soa um pouco
exagerado, porém queremos chamar atenção de fatos relevantes em torno do uso das confusas e mal compreendidas redes sociais. Calcula-se que
somente 2% das grandes empresas mundiais
mantém um ambiente adequado para a exploração das suas redes sociais. Um dado preocupante,
principalmente porque estamos falando somente de grandes empresas, acima de 300 funcionários.

Quiçá as empresas médias e pequenas. Para avaliar este quadro no Brasil, a revista Piscinas & Afins desencadeou novamente uma série de pesquisas sobre este e outros assuntos, sobre os quais, nas próximas edições, revelaremos alguns dados, no
intuito de alertar e orientar as empresas do ramo
de piscinas e afins a aprimorar e ajustar as suas ações.

No editorial de uma das edições passadas,
escrevemos sobre os perigos e restrições do mundo digital e a recente descoberta do velho e tradicional e-mail, como importante ferramenta de
comunicação pelas grandes empresas e
companhias mundiais, sem intermediários e sem mudanças das regras do jogo a cada instante.
Hoje queremos falar sobre a presença da sua loja
ou empresa nas páginas dos searching machines, os famigerados sites de buscas.

De acordo com o último netmarketshare report
de novembro 2018, 73% das buscas pela internet correm através do Google. Em segundo lugar
configura o buscador Bing, utilizado somente por 7,91% pelos usuários da internet.

Yahoo com 3,9 %, ASK.com com 0,42% e AOL.com com 0,06%. Completam o ranking os buscadores Baidu,
Duckduckgo, Internet Archive e Yandez-ru, com resultados ainda menores.

O buscador faz parte das
nossas vidas, em nossas vidas profissionais e
pessoais. Para qualquer dúvida em nosso dia a dia, a procura para uma solução é invariavelmente pela internet, apesar de que, no ramo de piscinas e
afins, revistas especializadas ainda são bastante consultadas. Mesmo assim, a internet projeta no mundo quase 50.000 consultas de busca por
segundo. Muitas destas buscas estão relacionadas
à intenção de compras de produtos ou serviços.

Consumidores procurando por respostas sobre
produtos e serviços que queiram adquirir.

E quem vai querer vender este produto ou prestar este serviço. Provavelmente a sua empresa.

Portanto, figurar nas páginas dos sites de busca é quase uma necessidade. Dados do próprio Google apontam que 75% dos usuários que fazem uma pesquisa não passam da primeira página.

Portanto, não basta estar ranqueado nas páginas do buscador. A obrigação é estar na primeira página do site de busca e de preferência entre os cinco a dez primeiros resultados. Fora disso, sua mensagem provavelmente terá pouca visibilidade e pouco acesso.

Para conferir como nossa categoria de piscinas e afins está presente na primeira página do Google, aproveitamos nossa incessante busca no
aprimoramento do nosso cadastro para fazer uma pesquisa inédita no Brasil trazendo um perfil das
indústrias e organizações que investem nesta área.

Os resultados desta pesquisa, que levou quase 6 meses, foram surpreendentes. Grandes players de mercado de piscinas e afins simplesmente nunca são encontrados.

Hoje divulgamos os resultados parciais referente
ao maior estado do Brasil: São Paulo. Um estado com 645 municípios e uma população de aproximadamente 45 milhões de pessoas, cerca de 22% da população brasileira.

Para esta pesquisa usamos um dos mecanismos
da revista para aprimorar, conferir e incrementar constantemente seu cadastro na busca de
alterações ou acréscimos. Um trabalho ininterrupto que requer paciência e dedicação da nossa equipe.

Digitando uma simples frase no buscador Google, foi uma das bases da nossa pesquisa.

Lojas de piscinas em xxxxx em SP ( xxxxx = nome da cidade )

Com esta mesma pergunta ´´visitamos´´ os 645 municípios do Estado de São Paulo, sendo que em 357 cidades (55%) não aparece absolutamente nada referente a qualquer indústria ou loja de piscinas.

Num universo de 5.948.361 paulistanos, quase
6 milhões, os quais, digitando apenas a cidade onde residem, não recebem nenhuma orientação ou
indicação de uma indústria ou loja de piscinas
nas redondezas. Em 288 municípios aparecem
empresas ou lojas na primeira página, portanto 39.632.443, quase 40 milhões são orientadas de
alguma forma.
Somente em 188 municípios encontramos na primeira página de busca do Google sites de lojas locais ou regionais e indicações das indústrias.

Os endereços que mais aparecem na primeira página do Google em ordem alfabética são:
Br Piscinas,
California Pool,
Nautilus e Sodramar.

Com menos visibilidade vale mencionar:
Adama Design, Fibratec Piscinas, Henrimar, Loja de Camping, Marol Piscinas, Shop das Cascatas, Sibrape, Silva Piscinas e Solário Piscinas.

Caso queira uma pesquisa específica para a sua empresa ou mais informações sobre esta pesquisa, desenvolvida entre os meses de janeiro e junho
de 2019, entre em contato:
johan@revistapiscinaseafins.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Check Also

Todo ano nessa época…. por Rodrigo Sorrilha

Sou uma pessoa naturalmente otimista e noto que por vezes esse meu otimismo é criticado po…