Home Técnicas de Vendas & Pesquisa de Mercado Técnicas de Vendas Resiliência + Persistência – por Alfredo Duarte
Técnicas de Vendas - 4 semanas ago

Resiliência + Persistência – por Alfredo Duarte

Persistência, todo mundo concorda, tende a ser a qualidade mais essencial e mais decisiva para o sucesso pessoal e
profissional de vendedores e vendedoras de todos os quilates.
Vendedores iniciantes ficam na largada da corrida das vendas se não tiverem pelo menos um tanto de determinação, garra, energia, foco e vontade de vender que caracterizam a
persistência nessa área nobre da economia. Afinal, nada
acontece até que alguém venda algo, certo?
Vendedores experientes alcançam esse status e o merecido
sucesso profissional por terem desenvolvido várias
competências relacionadas aos produtos e serviços, aos
mercados em que atuam, aos clientes com que lidam e às
técnicas de vendas próprias para esses contextos. Porém,
sem persistência, seguramente nada disso ocorreria.
Persistência, que é bem diferente de “insistência”, é o grande diferencial em praticamente qualquer atividade em que o
esforço humano precise contornar barreiras, superar
dificuldades, vencer desafios. Em vendas, isso ocorre todo
dia, não é mesmo?
Se já é “tudo isso”, imagine persistência somada com
resiliência!

Resiliência, conceito com origem na física, é a propriedade que alguns corpos apresentam de retornar à forma original após terem sido submetidos a uma deformação elástica. Lembra o caso do rabo de lagartixa?
Na psicologia, é vista como combinação de fatores que
propiciam ao ser humano condições para enfrentar e superar problemas e adversidades. No popular, sacudir a poeira e dar a volta por cima.

Vendedores e vendedoras enfrentam e precisam superar
problemas e adversidades todo dia, às vezes o dia todo.
A solução é 100% convergente e sinérgica com a persistência, certo?
É o cliente difícil, o concorrente agressivo, a economia
descontrolada, o mercado predatório, o preço incompreendido, o desconto exagerado, a demora de tudo, a espera ansiosa, a ausência não programada, a negociação ganha-perde, a
logística complicada, o fornecedor não parceiro, o governo,
ah, o governo, a política, o pouco tempo e os demais recursos ausentes ou limitados.

Não é fácil mesmo. Tem que ser mesmo muito resiliente.
Além disso, vendedores têm que brigar fora e brigar dentro.
Precisam defender a empresa, suas estratégias e suas
políticas quando estão tratando com os clientes e lutar por
eles, por suas necessidades e por seus interesses, quando
interagem com as várias forças e áreas da empresa que
representam.

Como aprender e desenvolver resiliência?
Há vários caminhos: valorizar a serenidade, o autocontrole,
ser empático, lidar positivamente com o estresse, não
supervalorizar problemas e dificuldades, se informar mais sobre o tema, conversar com outras pessoas, trocar ideias e, quando conveniente, buscar ajuda qualificada.

Resiliência ajuda a entender e depois superar o não do cliente
e as demais situações do dia a dia, para seguir fechando
negócios e fazendo pessoas felizes.

A fórmula do sucesso em vendas você escreve com um
tanto de Persistência e outro tanto de Resiliência.
O que você acha?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Check Also

Se o cliente quer preço, dê!!!

A maior mentira que tenho ouvido ultimamente é: “Ah, mas a coisa mudou muito aqui, o meu c…