Técnicas de Vendas - 4 semanas ago

Se o cliente quer preço, dê!!!

A maior mentira que tenho ouvido ultimamente é: “Ah, mas a coisa mudou muito aqui, o meu cliente só quer preço”. E, normalmente, essa afirmação vem seguida
de “Ah mas aqui na minha região tem uma
particularidade, não se compara com…”.

Será? É lógico e notório que em tempos difíceis fiquemos mais sensíveis a preço, mas não quer dizer que só se vende o “mais barato”. Temos a tendência de julgar o cliente sobre nosso prisma e nos esquecemos que a vida do outro, bolso e afins não são os nossos.

Por exemplo, eu estava numa loja e ouvi o vendedor
dizendo ao dono “Vixi Sr. Fulano, lá tá difícil. O cliente tá sem grana, tá duro porque está construindo”. Mas a
resposta do dono foi fantástica: “E você acha que alguém que está construindo, nos dias de hoje, não se programou pra gastar. Não caia na lábia dele, esse cara tem dinheiro.

Ele está negociando justamente porque tem dinheiro, quem não tem dinheiro nem começa a construir…”. É exatamente isso!!!

Conversando com um amigo que trabalha no mercado imobiliário perguntei como estavam as coisas e a
resposta dele foi muito interessante: “Digão, o mercado está especulador, o que pra mim é bom. Não é mais fácil trabalhar, mas é muito melhor que não ter negócios.”

Ou seja, este momento em que vivemos é perfeito para quem gosta de negociar, alta do dólar, incertezas na
sucessão presidencial, Argentina estremecida, tudo junto e misturado numa feijoada de oportunidades pra quem gosta do jogo.
O que acontece é que estamos acostumados a negociar pensando em como igualar preço e não vender os
diferenciais e daí é que vem a minha dica: ofereça coisas tecnológicas, de alta qualidade e com alto valor agregado e ensine para seu cliente o que realmente é bom.
Coloque o preço alto e com bastante margem pra, depois que ele ficar apaixonado pelas soluções oferecidas, você possa dar o tal descontinho e fazer todo o jogo que ele gosta, mas ganhando dinheiro.

“Ah Rodrigo mas não é tão fácil assim…” Claro que
não é fácil; ganhar dinheiro é mais difícil mesmo. “Ah
Rodrigo, mas o cliente não quer essa tal tecnologia, não está disposto a pagar!!!”… Para vai!!! Lógico que está, ou na sua região não se vende celular Samsung e iPhone? Não tem nas lojas TV LED 4K, só vende Uno e Cherry? Seu cliente só toma cerveja Cintra, não usa roupas de marca, faz churrasco de coxão duro amaciado no leite de mamão? Ele só vê TV aberta, não sabe o que é NETFLIX, não escuta música no SPOTFY, só usa o celular pra fazer ligações a cobrar, nem tem 3G?

PARE DE ARRUMAR DESCULPAS E BORA VENDER
TECNOLOGIA!!!!

Pra resumir o artigo, a mensagem é que o mercado está aí pra quem quer negociar; o cliente quer coisa boa, basta se colocar no lugar dele e ver a sua volta; é mais difícil ganhar mais e principalmente: Se o cliente quer preço, dê o que VALE.

Fiquem com Deus e sucesso.

Rodrigo Sorrilha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Check Also

Resiliência + Persistência – por Alfredo Duarte

Persistência, todo mundo concorda, tende a ser a qualidade mais essencial e mais decisiva …